Quem tem medo do puerpério?

Postada em 29 de September de 2020.

O puerpério consiste no período em que o corpo feminino leva para voltar ao “normal” após a gestação; ele tem duração de seis semanas (42 dias, mais precisamente). Neste processo, a mulher passa por mudanças físicas e, principalmente, psicológicas. É muito comum que, durante o puerpério, as mamães sintam dúvidas. Por isso, resolvemos escrever este blog para esclarecê-las. 

O útero estará voltando ao seu tamanho normal. É comum ter cólicas nesta fase, principalmente, durante a amamentação (o corpo é inteligente, amamentar ajuda na regressão uterina, diminui sangramento e previne hemorragias pós-parto). Sendo assim, por cerca de um mês, sairá uma secreção pela vagina, inicialmente um sangramento e depois ela vai diminuindo e clareando – não se assuste! 

No pós-parto, devido à queda hormonal importante, temos alterações emocionais, mais comuns entre 10 a 20 dias após o parto. A labilidade emocional é super frequente com sentimentos de angústia, mal estar, tristeza, choro fácil, grande insegurança como mãe… Isso é comum e passageiro – com melhora espontânea após alguns dias. 

Variação hormonal, rotina diferente, privação de sono, excesso de tarefas, inexperiência com o bebê: um prato cheio para estresse materno, não é? Porém, temos o alerta para a procura de ajuda especializada quando isso passa a interferir no autocuidado e com o bebê – fique em contato direto com sua equipe de parto! Ter uma rede de apoio com parceiro(a), família e amigos para auxílio nestes dias é fundamental e necessário! 

Respeite o puerpério

Sim, pode parecer clichê, mas tem muita mulher que não dá a mínima para o puerpério. Gente, esse período é extremamente importante para a saúde feminina.

Puerpério

Alguns cuidados para um puerpério tranquilo:

  • Busque uma rede de apoio sólida e possível (permita a ajuda!);
  • Evite relações sexuais (relação sexual no puerpério aumenta risco de infecções graves!);
  • Beba bastante água;
  • Descanse sempre que conseguir;
  • Exercício físico permitido após parto normal e após cesariana somente com o consentimento do médico; 
  • Alimente-se bem (pode comer de tudo, mas evite exageros, tá?). 

Há inúmeros mitos sobre o puerpério e alguns deles são bem esquisitos. Quem nunca ouviu que, após o parto, a mulher deve ficar de repouso absoluto ou não pode lavar a cabeça durante uma semana depois do nascimento do bebê ou, até mesmo, que durante a amamentação, a mulher não engravida? Só para deixar bem claro: nada disso é verdade! 

Que a amamentação é extremamente importante para o bebê, todo mundo sabe. Agora, você sabia que ela também auxilia na liberação de ocitocina – hormônio que contribui para o bem-estar e facilita à mulher retomar a forma física? Sim, a amamentação pode ajudar na perda de peso. 

Cada puerpério é único

Aqui no consultório falamos sempre para nossas gestantes: não se compare! Cada mulher é única e merece tratamento individual. Não adianta nem se comparar com sua mãe ou amigas…
Durante o puerpério, mentalize pensamentos positivos, de força, coragem, calma. Cuide do seu bebê, sim, mas também cuide de você!

ginecologista e obstetra
Dr. Antônio de Morais, ginecologista, obstetra e especialista em Oncologia Ginecológica, e Dra. Beatriz Patz de Morais, especialista em Medicina Fetal e Obstetrícia de Alto Risco